quinta-feira, 7 de maio de 2009

Pride will Tear us both Apart.

Aos 26 anos ninguém chega sem histórias a uma relação. Ninguém chega com um caminho para trás limpinho, sem vestígios de outras pessoas. Também é verdade que ninguém quer saber que a outra pessoa já gostou/já disse/já fez... No fundo, que já foi alguém na vida de outra pessoa que não nós. E a isto pode-se dar o nome que se quiser mas, para sermos clarinhos, é ciúme. E é ciúme e tudo bem. Já tive em duas ocasiões (se calhar até foram três). Nem sempre se tem a certeza de tudo e não são todos os dias que estamos com uma confiança à prova de bala. Não vem mal ao mundo.
Mas o passado serve também como um "boot camp". Fizeste algumas coisas, fizeram-te outras, lixaste tudo aqui e ali. E isso serve para saberes as coisas que não vais fazer na próxima, na que vai ser a sério. Então, os erros que cometeste, vais tentar não cometer agora (possivelmente, farás outros!) E as coisas que se dizem, quando nos deixamos levar, depois são muito dificeis de retirar e vais-te deixando ir. Até que, ao começar de novo, tentas ter freio na língua, não dizer só porque sim porque já o fizeste antes e foi uma treta, uma verborreia que não deu para controlar.
Parece-me óbvio e de bom tom que, quando te dizem "és tu", se aceite como verdade. Não se vai espiolhar o que se fez antes. Quando to dizem, é verdade. É 100% verdade. E como é que sabes? Porque tens a certeza que essa pessoa tem uma história para trás, já fez a "recruta", e não o diz porque está a deixar-se ir na euforia de uma qualquer primeira relação.
Então, quando o disserem outra vez (porque é verdade): sorris e aceitas.

8 comentários:

desvios (o maior da sua aldeia) disse...

isto de utilizar nomes de musicas dos joy division assim transfigurados tem muito que se lhe diga.

MissKitsch disse...

Desvios:
Pfff...
É Duran Duran, a Ordinary World, só porque sou pirosa que baste.

desvios (o maior da sua aldeia) disse...

ah!!!! é que os joy division têm tipo o love will tear us apart. pensei que fosse daí. também não se pode saber tudo :)

penim disse...

amén.

R.L. disse...

baaaah

Pipoca disse...

A tua teoria tem fundamanto, lógica e razão. E continuo a ver as coisas assim, mas guess what? À regra desta teoria eu encontrei a excepção. Azar o meu...
Mas outras oportunidades de ser a regra virão. E sim, vou aceitar o que ouvir com um sorriso, mas ainda vai demorar.
Não conhecia o teu blogue, gostei muito e vou tomar a liberdade de voltar, ok?
Beijinho

Maria Inês disse...

=)
é mesmo assim.

Joao disse...

coloquei o teu texto em modo link no meu facebook....
kiss kiss interessant a teoria sim!